PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Dezembro de 2019 | Ver mais
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 # # # #

Notícia | mais notícias

"A verdadeira missão da advocacia é unir partes que estavam separadas", diz Sami Storch em evento na OAB-MT

26/11/2019 13:05 | Direito Sistêmico
Foto da Notícia: 'A verdadeira missão da advocacia é unir partes que estavam separadas', diz Sami Storch em evento na OAB-MT

Foto: George Dias/ZF Press

img    Pioneiro na aplicação das constelações familiares no sistema judiciário brasileiro e autor da expressão "Direito Sistêmico", o juiz do Tribunal de Justiça da Bahia Sami Storch marcou presença no I Fórum Internacional de Direito Sistêmico de Mato Grosso, realizado na Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), na última quinta-feira (21). Na oportunidade, Storch falou sobre quebrar paradigmas e contou como surgiu a ideia de inovar a forma de trabalhar o Direito.

    “A verdadeira missão da advocacia é unir partes que estavam separadas e o movimento misterioso que acontece nas constelações é justamente de unir o que estava separado. Essa ideia não é nova na advocacia, mas o Direito tomou rumos que em alguns momentos parece ter se distanciado de sua missão primordial”, ponderou o magistrado.

img    Sendo assim, insatisfeito com o trabalho mecânico que estava desempenhando na Comarca em que atuava, resolveu inovar. “Pelos métodos tradicionais eu não via como fazer uma coisa útil, então comecei a pensar no que eu poderia fazer para meu trabalho dar resultado e resolvi começar a aplicar as constelações, que havia aprendido com o psicoterapeuta alemão Bert Hellinger. De repente, as audiências ganharam um colorido, um sentido e as pessoas ficavam felizes, satisfeitas”.

    Sami Storch ressaltou que o Direito vive uma permanente evolução, mas dar o primeiro passo rumo ao desconhecido não é tão fácil. “O Direito vive essa permanente tensão entre tradição, que gera sentimento de pertencimento, e traição da tradição, que gera o progresso. Inovar, fazer algo que nunca foi feito antes, é uma traição em relação a tradição, traz até mesmo um sentimento de culpa, nos sentimos nos distanciando de uma tradição. Eu comecei de forma tímida, com aquele frio na barriga, mas é assim que vivemos no Direito, em permanente evolução”.

    Ainda segundo ele, a história do Direito Sistêmico passa por Cuiabá, pois foi no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, durante um curso de formação, que aplicou a constelação pela primeira vez em um grande grupo.

    Dan Cohen

img    Constelador e escritor norte-americano, Dan Cohen coroou o I Fórum Internacional de Direito Sistêmico de Mato Grosso com o lançamento da versão em português do livro “Levo o teu coração no meu coração”, que traz um relato da aplicação das constelações no sistema penitenciário durante cinco anos, com prisioneiros de crimes violentos. Antes do lançamento, por sua vez, Cohen contou a história de dois personagens do seu livro, bem como fez uma atividade de constelação com os presentes que se dispuseram.

    “É um prazer estar aqui nesse evento, estou muito feliz. Eu fiquei honrado com a tradução do meu livro para o português e de ver o que frutificou de uma semente que foi plantada há dez anos. Esse livro me leva a fazer uma pergunta importante sobre o trabalho da constelação. Onde a consciência reside? Como permanecem conosco depois que deixam o corpo?”, questionou.

img    Segundo ele, sem entrar em questões religiosas ou espirituais, existem evidencias científicas de que a consciência das pessoas que morreram está presente e que mortos e vivos podem se relacionar e se curar mutuamente.

    “Eu constatei isso, como cientista, nas constelações que fiz e que participei. É isso que fazemos. Quando nós consideramos que os representantes estão, na verdade, chamando a consciência, mas sem o corpo, criamos constelações muito ricas e poderosas”.

    O I Fórum Internacional de Direito Sistêmico foi fruto de uma parceria entre a OAB-MT, a Escola Superior de Advocacia de Mato Grosso (ESA-MT), a Comissão de Direito Sistêmico da OAB-MT, os Institutos Oca e Gil Thomé, e a Faculdade Faipe.

Clique aqui e veja a galeria de fotos do evento

Assessoria de Imprensa OAB-MT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso
 


Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp