PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Julho de 2020 | Ver mais
D S T Q Q S S
# # # 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 #

Notícia | mais notícias

Comissão se destaca nacionalmente por ações de combate à LGBTfobia

30/05/2020 08:00 | Visiblidade
Foto da Notícia: Comissão se destaca nacionalmente por ações de combate à LGBTfobia

Foto: Pixabay

img    Ao longo do mês de maio, quando é celebrado o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, a Comissão de Defesa da Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) elenca uma série de ações e conquistas da instituição na luta contra a discriminação por identidade gênero e orientação sexual.

 

    De acordo com o presidente da Comissão, Nelson Freitas, o trabalho tem rendido resultados positivos e se tornado referência para outras seccionais do país. “Embora a pandemia inviabilize a realização de eventos presenciais, seguimos atentos e atuantes nesta causa, que ganha maior visibilidade durante este mês. ”

 

    Sendo assim, ele reforça que o canal de Defesa da Diversidade está em funcionamento. Por meio dele é possível denunciar qualquer ato de discriminação, preconceito ou constrangimento ligado a orientação sexual ou de gênero praticados contra advogados e advogadas em seu exercício profissional.

 

    O espaço também recebe denúncias contra profissionais da advocacia acusados de cometerem crimes de LGBTfobia. As queixas devem ser encaminhadas ao e-mail defesadadiversidade@oabmt.org.br.


    Neste ano a Ordem também deu início a uma campanha em parceria com a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) que visa conscientizar os torcedores, tanto no estádio, quanto longe dos gramados, que ações como essas são crimes.


    Para quem frequenta a Arena Pantanal, por exemplo, o recado é objetivo: “Homofobia é Crime” e “Racismo é Crime”. As placas em campo servem para lembrar torcedores, jogadores e árbitros que a lei brasileira vem punindo cada vez com mais rigor essas ações criminosas e que, além de não praticar, é necessário denunciar.


    “Ofensas e xingamentos, que muitas vezes ouvimos nos jogos, com o fim de depreciar, diminuir um jogador, um árbitro ou a torcida rival, são condutas que expõem toda a comunidade LGBTI+ e negra a uma odiosa inferiorização, a uma estigmatização, dissemina e fortalece o preconceito”, explica Nelson.


    O projeto, interrompido pela suspensão do Campeonato em decorrência da pandemia de Covid-19, será retomado assim que os jogos voltarem a ser realizados. Na opinião de Nelson são iniciativas como esta têm ampliado a visibilidade da causa e OAB-MT na luta contra a homofobia.


    É importante destacar ainda alterações legislativas. Em julho de 2019 a homofobia foi equiparada ao crime de racismo pelo Supremo Tribunal Federal (STF), cujo entendimento deve ser aplicado em todo o Brasil. Além de imprescritível, o delito é inafiançável e as penalidades variam de acordo com a conduta praticada.

    Desde a mudança na legislação a Comissão tem realizado orientações direcionadas a estudantes universitários e profissionais de órgãos da Segurança Pública. O objetivo é capacitá-los sobre o atendimento as vítimas de crimes de LGBTfobia, especialmente depois que os delitos passaram a ser tipificados.


    “Mesmo após a decisão do STF muitos profissionais nas delegacias continuam tipificando o crime de LGBTfobia erroneamente. Seja por ignorância com relação à lei ou por preconceito, muitos casos continuam sendo registrados como injúria ou calúnia.”


    Outra importante conquista foi a súmula editada pel Conselho Federal da OAB, que estabelece que a violência contra pessoas LGBTQI+ é um dos fatores que podem impedir o ingresso nos quadros da Ordem. “Isso porque, para o Conselho, a prática caracteriza ausência de idoneidade moral e nós estamos alinhados a esta bandeira”, finaliza.

Assessoria de Imprensa OAB-MT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso
Instagram @oabmatogrosso


Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp